UBS Investor Watch 2022

O recém-eleito governo do Brasil precisará tomar várias decisões críticas até janeiro de 2023. O orçamento do novo ano, a composição da equipe econômica e um novo marco fiscal são as decisões mais urgentes.

Brasil Outlook 2023

Os riscos para essa alocação tática estão ligados às discussões sobre o novo marco fiscal que ocorrerá em 2023

Novo governo

O recém-eleito governo do Brasil precisará tomar várias decisões críticas até janeiro de 2023, quando inicia oficialmente seu mandato. A primeira decisão é em relação ao orçamento, que não se encaixa nas promessas feitas durante a campanha eleitoral. 

 

Para aproximá-lo da realidade, a equipe de transição propôs uma correção à constituição (PEC) para que o governo seja autorizado, fora do limite permitido atualmente por lei, até R$ 175 bilhões por ano em despesas adicionais. O dinheiro seria usado para pagar o programa de transferência de renda mensal de R$ 600 (Bolsa Família) e outros R$ 150 por criança de até seis anos para famílias que recebem o benefício.

 

Além disso, a alteração proposta inclui um pedido de que a licença para gastar mais do que o previsto na constituição seja válida por um período indeterminado. Esta não é a primeira vez que um governo quer usar os gastos públicos para impulsionar o crescimento econômico. No passado, as consequências foram desvalorização cambial, aumento da inflação e menor crescimento.

 

Diante da perspectiva de um aumento maior do que o esperado nos gastos públicos por tempo indeterminado, o mercado passou a prever inflação mais forte e mais aumentos da taxa Selic. A taxa básica de juros está atualmente em 13,75% ao ano, e esperava-se que caísse no primeiro semestre de 2023. No entanto, seguindo a proposta da PEC, o mercado agora espera que a taxa chegue a 14% no início de 2024.

 

A próxima decisão importante diz respeito à equipe econômica e está diretamente ligada aos principais indicadores econômicos para os próximos quatro anos. Nesse momento, esperamos que o crescimento do PIB seja próximo de 1,5%, a inflação esteja próxima de 4%, o desemprego seja de 8,5% e a taxa Selic caia para 10% em 2023.

 

Por fim, o governo eleito terá que decidir se vai propor um novo marco fiscal para substituir a lei do teto de gastos, que já disse que será revogada. É importante ter algum tipo de limite para os gastos públicos, na nossa opinião, porque isso dá ao governo alguma credibilidade.

 

A credibilidade do governo gera confiança e aumenta a governabilidade. A fim de aumentar o crescimento do investimento, o governo deve incentivar o aumento da confiança das empresas e dos consumidores. A confiança aumenta quando o ambiente econômico é estável. Isso significa ter níveis estáveis de dívida em relação ao PIB, inflação próxima da meta do governo, taxas de juros reais calibradas para conter a inflação e estimular o investimento e um mercado de trabalho forte, incluindo um nível de renda razoável.

 

As medidas que o próximo governo planeja tomar nos primeiros meses do mandato terão que ser aprovadas pelo Congresso. É importante lembrar que o congresso no Brasil é muito conservador, espelhando a sociedade. Portanto, as chances de que o Congresso aprove medidas econômicas que possam mudar radicalmente a política econômica do governo não são muito altas. Esta é a situação agora, especialmente porque a economia está indo muito bem.

 

O crescimento do PIB brasileiro em 2022 provavelmente será próximo de 3%, a inflação terminará o ano perto de 6% e a taxa de desemprego ficará em torno de 8%, algo que não acontecia desde 2014. Além disso, o primeiro superávit primário desde 2013, e uma esperada queda de dois pontos percentuais no nível da dívida em relação ao PIB, para 78%. Isso é apenas 3% acima do nível de 2019, antes que a pandemia inflasse os níveis de dívida do governo em todo o mundo.

Implicações para a alocação

Faça parte da nossa comunidade LatAm Access+ para ler as implicações para a alocação de ativos e todas as ideias de investimento. Faça o download do relatório completo aqui.

Conecte-se a LatAm Access+ para insights exclusivos

Registre-se na nossa comunidade acessar insights exclusivos e ficar à frente das tendências que darão forma ao futuro do seu patrimônio.


Explore mais

Descubra as principais tendências de investimento para 2023

O que esperar de 2023? Explore as nossas principais ideias de investimentos.

Explore nossas ideias de investimento para a década à frente

Explore nossas ideias de investimento para a década à frente

Registre-se no LatAm Access+ para entender por que investir na era da segurança e digitalização.

UBS Investor Watch 2022: Como compartilhar bem seu patrimônio

Descubra o que pensam os investidores sobre a divisão de patrimônio para gerações futuras.